domingo, 15 de julho de 2018

Era um pouco mais ao lado Sr. Presidente da Junta !!!


Bem sabemos que estacionar em cima do passeio é ilegal no entanto, também não podemos esconder que o fazemos em determinadas alturas do ano, principalmente nos meses em que a nossa ilha é mais procurada e até a quando da realização das Festas 15 de Agosto. 
Nas últimas semanas, e muito bem, a junta de freguesia de Vila do Porto adquiriu várias floreiras e tem-nas distribuído em vários locais. A primeira tentativa, junto à Caixa Geral de Depósitos, parece não ter sido a mais feliz mas saúda-se a recolocação o que demonstra a assunção do erro de casting que "comeu" três lugares de estacionamento. 
Junto aos parques de estacionamento do Solmar e lojas da Associação Salvaterra, estão mais umas quantas e aqui, reforçando uma vez mais o conhecimento do código de estrada, não seria considerada uma má opção o seu reposicionamento. O motivo. Este é facilmente perceptível.  

O nosso (mariense) interesse.......será o mesmo de todos ??

Parece mentira mas não é. Nos últimos anos, as zonas balneares de São Lourenço e Maia, ambas sob a responsabilidade e gestão do Governo Regional dos Açores (Ambiente e Mar), tem padecido de tudo menos de uma época balnear, diria, normal, tranquila e saudável. 
É sabido que o nosso turismo anda pelas ruas da amargura com os mais baixos valores dos Açores, sendo que a nossa "salvação" continuam a ser os dois mesitos de Verão e pouco mais. Por mais que nos custe admitir, este é um facto indesmentível.

Contudo até mesmo neste curto período, as entidades e/ou departamentos responsáveis parecem deter apenas uma altíssima capacidade de remar no sentido contrário ao interesse dos marienses em particular ou de quem escolhe estas duas magníficas baías como destino para as suas férias. Fica a dúvida porém, se propositadamente ou por simples incompetência.

A Baía da Maia, reforço, lugar lindíssimo e aprazível, parece ter sido este ano a zona balnear preferencial para colocar em prática como que um plano maquiavélico que viabilizasse tudo menos a paz, tranquilidade e segurança que se exige durante qualquer época alta numa zona balnear.   
Primeiro, o agendamento do início de uma obra pouco tempo antes da realização do Festival Maia Folk, portanto, a semana mais movimentada naquela baía. Algo que - felizmente - não veio a acontecer alegadamente devido à falta de licenciamento da obra. Caricato, no mínimo. Obras do Governo Regional dos Açores (GRA) suspensas por falta de licenciamento.

Em Março, o GRA procede a uma alteração de lei que permite o início antecipado da época balnear em quatro baías sob a sua responsabilidade.
Para a Maia e São Lourenço é anunciada a data de 1 de Junho e a "malta" bateu palmas ficando, literalmente, em êxtase.

O que nos diz a realidade:

- A época balnear abriu oficialmente APENAS no dia 2 de Julho. Um mês e um dia mais tarde do que fora previamente anunciado;

- Sem que tenha sido realizada qualquer cerimônia para o efeito, julga-se que o galardão ambiental foi uma vez mais atribuído pois a bandeira azul lá está hasteada;

- No dia 14 de Julho, APENAS 12 dias após a abertura oficial da época balnear, a Piscina é interdita pela autoridade marítima por falta de condições de segurança para os banhistas.


O encerramento da Piscina da Maia foi motivado pela queda de parte do varandim que deixou sem proteção alguma áreas contundentes. Havia ainda o risco do mar provocar a projeção da parte restante sobre os banhistas. 
Esta falta de manutenção foi a causa principal para o sucedido no entanto, o alerta foi dado em tempo devido e a quem de direito. MAS parece ter sido mais fácil ignorar os habitantes e frequentadores habituais do que proceder em conformidade. 

Perante tamanho desinteresse, desleixo, falta de sensibilidade e competência, o que devemos nós, marienses, pensar?
Foto: DR

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Considerado pela Momondo: A Praia Formosa entre as 9 melhores do país


A Momondo, um motor de busca internacional que pesquisa milhares de sites de agências de viagens e companhias aéreas e compara milhões de preços para voos, hotéis e carros de aluguer, classifica a Praia Formosa, na ilha de Santa Maria, como uma das melhores entre 9 escolhidas em Portugal.
Aquele site internacional diz que a Praia Formosa é amplamente reconhecida como uma das melhores praias a nível internacional e uma das mais procuradas pelos turistas que visitam Portugal. “Com uma paisagem de cortar a respiração, integra uma baía onde é possível desfrutar de uma série de serviços, como restaurantes, bares e lugares de animação noturna. Esta praia recebe também, anualmente, o festival Maré de Agosto, que traz importantes bandas do universo pop e rock internacional a um dos cenários naturais mais belos do país”, escreve a Momondo.
As restantes praias portuguesas eleitas pela Momondo são a Praia do Moledo (Caminha), Praia de S. Jacinto (Aveiro), Praia de S. Martinho do Porto (Alcobaça), Praia dos Galpinhos (Setúbal), Praia do Guincho (Cascais), Praia de Odeceixe (Aljezur), Praia da Falésia-Olhos de Água (Algarve) e Praia de Porto Santo (Madeira).
A Praia Formosa localiza-se na freguesia da Almagreira, concelho da Vila do Porto.
É uma praia que possui um areal com cerca de um quilómetro de extensão, águas límpidas e mornas, e areias claras, devido à presença de partículas calcárias, o que a torna uma das zonas balneares mais apetecidas do arquipélago.
Margeia o vale da Ribeira da Praia, sendo o conjunto emoldurado por altas encostas, e que pode ser devidamente apreciado a partir do Miradouro da Macela, no seu extremo ocidental. Não obstante os valores naturais terrestres, nomeadamente os geomorfológicos, a riqueza subjacente à sua classificação como Reserva Natural reside na sua área marinha.
Notícia publicada no Jornal Diário dos Açores na edição de 10 de Julho de 2018

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Baía de São Lourenço: Ainda sobre a petição "A favor da adaptação dos acessos para pessoas com mobilidade reduzida ou condicionada"


Video contendo apenas as intervenções dos Deputados de Santa Maria 

No início de Maio, no âmbito da petição “A favor da adaptação dos acessos à piscina e praias vigiadas de São Lourenço a pessoas com mobilidade reduzida ou condicionada”, fui ouvido (e questionado) na Comissão Permanente de Politica Geral. A audição decorreu em Santa Maria e tal como à data referi, salvo uma afirmação que podia e deveria ter sido evitada por parte de um dos deputados do Partido Socialista, acho que a mesma decorreu dentro do expectável.
Na referida reunião, fui também informado que antes do assunto subir a plenário, seriam ainda ouvidos o presidente da Câmara Municipal de Vila do Porto e o Senhor Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia.
No passado dia 14 de Junho, o assunto subiu a plenário e gerou a discussão que se esperava. Isto é, entre o tentar levar a água ao seu moinho (politicamente) e o da defesa da causa, todas as bancadas partilharam da preocupação e necessidade urgente de ser encontrada uma solução.
Agora, recebi há uns dias, por correio, toda a documentação relativa ao processo onde se inclui o LINK para o video (completo) do debate que ocorreu na Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

Tive o cuidado de ler a documentação e a preocupação de ouvir a intervenção dos nossos legítimos representantes da casa da democracia dos Açores. E relativamente à intervenção do deputado do Partido Socialista não posso deixar de não fazer um reparo. Valá, dois ou até mesmo três. 

O primeiro é sobre a data que diz ter sido a da compra, por parte do Governo Regional dos Açores, de uma cadeira escaladora. Segundo este, a mesma foi adquirida em 2014 e a operação de transporte levava 10 minutos.
Certamente um engano fortuito pois eu, a quando da publicação DESTE post tirei uma foto ao referido equipamento que até já estava disponível no verão de 2013. 

A segunda nota prende-se com o tempo da operação e a funcionalidade do equipamento.
Quanto à demora da operação, independentemente de levar mais minuto, menos minuto, estamos de acordo. Já no que respeita à funcionalidade do equipamento, continua a não haver a humildade suficiente de admitir que este NUNCA foi funcional devido à sua própria limitação. Ou seja, é uma cadeira escaladora que está preparada para transportar apenas as cadeiras de rodas convencionais.

Por último, é referida a cedência de uma cadeira por parte da SATA "que permite a todas as pessoas, sem cadeira de rodas,o acesso ao local". No entanto, por mero esquecimento certamente, faltou referir, que para este acesso ser concretizado são necessárias duas pessoas para pegar na referida cadeira e efetuar o transporte. Aliás, tal e qual é comum observar em alguns dos aeroportos açorianos. E esta derradeira nota leva a que termine com um assunto que pode parecer menos relevante mas não o é.

- Quem tem a responsabilidade para efetuar a operação de transportes de pessoas? Funcionários do Bar? Nadadores Salvadores? 

- A falta de utilização dos equipamentos resulta/resultava, em parte, da recusa (no meu entender e bem) dos concessionários do bar da piscina de São Lourenço em manusear o equipamento e ou efetuar o transporte de pessoas até à piscina ou areal.

- Mas caso o fizessem, sobre quem recairia a responsabilidade em caso de acidente? Estas pessoas estão devidamente habilitadas, credenciadas para efetuar este tipo de operação e asseguradas em caso de acidente? 



Enquanto o povo espera (e desespera), sigamos então para mais estudos..................

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Estrada dos Anjos: Finalmente o piso foi retificado.



Está reposta a normalidade no que à circulação diz respeito na estrada dos Anjos. O IROA finalmente assumiu a sua responsabilidade.  

sábado, 26 de maio de 2018

Baía de São Lourenço e Estrada dos Anjos: Vítimas da inércia e da intransigência.



Baía de São Lourenço
Requalificação concluída em 2013.
Quase 6 Milhões de Euros Investidos (e ainda bem)
Nem todos foram contemplados....

Desde 2013 o que dizem?
Não está esquecido......
Estamos a trabalhar no assunto.....
Não é fácil arranjar uma solução......
ou ainda, a afirmação mais recente de todas: "nem todas as praias dos Açores podem ser acessíveis a todos"

Verão de 2018: TUDO NA MESMA. 

Para quem não sabe, a zona balnear dos Anjos é a única que está reconhecida oficialmente como "praia acessível para todos"
Mas para chegar e sair de lá também não é tarefa fácil atendendo ao estado degradante em que se encontra a estrada e porquê?
Devido à fantástica obra de engenharia, se assim lhe posso chamar, que foi o sistema de abastecimento de água à lavoura.
Agora, é o jogo do empurra entre dois organismos que não respiram saúde financeira e quem se lixa é SANTA MARIA. 

sábado, 21 de abril de 2018

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Legalidade, Ética e Moral.

Nos últimos dias, um trabalho de investigação perpetuado pelo Expresso, motivou uma onda de contestação e revolta um pouco por todo o país. Isto porque, segundo aquele órgão de comunicação social, os deputados das regiões autónomas da Madeira e Açores, estariam a beneficiar de uma duplicação dos subsídios relativos às suas deslocações.
Ora, também por esta altura, não obstante todas as dúvidas levantadas em torno da  legalidade ou correção ética da situação, existirá outro aspecto de maior relevância e que gira em torno dos valores morais ou no caso, a falta deles.
Revolta-me. É um facto. Mas não é menos verdade que a ausência destes princípios na esfera da política regional já não devia surpreender ninguém. Muito menos nós que, ano sim ano sim senhor, somos confrontados com concursos públicos e nomeações muito sui generis ou permutas de lugares entre quem, muito responsavelmente, tem sabido gerir o erário  público da região. Tudo legal meus amigos. Tudo legal !!  

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Transporte Marítimo de Passageiros: Operação 2018 arranca a 3 de Maio.


A operação sazonal arranca a 3 de maio, por altura das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, como habitualmente, prolongando-se até ao final do mês de setembro. Durante este período, a ligação entre todas as ilhas do arquipélago, assegurada pela Linha Amarela, será efetuada com o navio de alta velocidade “Mega Jet”, que já operou na Região no ano passado, e pelo navio convencional “Aqua Jewel”, que se estreia nos Açores. Construído há cerca de 20 anos e totalmente remodelado em 2003, trata-se do navio mais recente a ser fretado para operar no arquipélago. Ambos os navios têm capacidade para 650 passageiros, sendo que o “Mega Jet” pode transportar 110 veículos e o “Aqua Jewel” 155. Este último navio dispõe ainda de camarotes, que poderão ser utilizados nas viagens noturnas, que em 2018 serão não apenas entre Faial e Flores mas também entre São Miguel e Terceira.

Os horários da ligações de e para Santa Maria podem ser consultados AQUI 

UPDATE: Reabilitação da estrada municipal Praia - Fonte Jordão.








quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Pai Natal Mariense 2017



Como é habitual todos os anos, deixo-vos com a lista de presentes do Pai Natal Mariense. 
Após uma análise cuidada e excluídos um ou dois "presentes" que entravam por outra via, julgo ninguém ficará ofendido. No entanto, atendendo a que as sensibilidades de hoje já não são as de ontem, se alguém se sentir lesado de alguma forma, é favor se manifestar.

Termino desejando a TODOS, sem exceção, um Santo e Feliz Natal com saúde e alegria junto dos que mais amam.

PAI NATAL 2017

- Carlos Rodrigues”Responder” de acordo com o resultado, tem de ser forte esta “última” etapa.
- Ezequiel Araújo“eu shou Vixe…gande nóia xefe”…Merecido!
- João Braga Um reconhecimento pelo que foi obrigado a fazer…
- Ricardo SebastiãoUm trampolim sobre passadeira vermelha…
- Leonor Batista Adjunta de Francisco George!
- Pedro Coutinho Agora tem de aparecer e fazer!
- Bárbara Chaves Continuar à espera da hora e sem obstáculos, internos…
- Paulo ParecePor ter bradado, ouviu-se e bem!
- João Vasco Menos…
- Jorge CostaUma boa presidência!
- Lubélia Chaves Ficar assim!
- Roberto Furtado Assim também tá muito bom…
- Elda Batista Recomenda-se o seu “low profile”!
- José de MeloMudar-se do PS para o PAN para ser coerente com o que defende…
- Paulo Sanona – Boa sorte neste novo desafio sem esquecer que local não é nacional…
- Paulo Magalhães Procurar o cimento que esteve escondido 3 anos e meio…
- Maria LordeloProvar que novos desafios não estão sujeitos a “timings”!
- Carla Carreiro Agora não pode ficar calada…
- Rosa Melo Realizar um “sunset” na Assembleia ou uma Assembleia no “Espaço em Cena”…
- Jorge Botelho Defender na AM os interesses comuns e não os setorizados…
- António Manuel Sousa“aguenta Tó Manel”…andando…e havemos de (o) ouvir falar!
- Eduardo CambraiaPintar todos os sinais, mesmo os que não são seus (agradecem…)
- Nelson CoelhoUm bolo…
- Isidro Sousa Um bolo…e uma cereja!
- Jorge SantosPedir os bancos de cimento ao Isidro (Aldeberto) para pôr na praça, são iguais
- Daniel Gonçalves – Recitar poesia para matar a junça…
- Beta GonçalvesDar adubo na junça…
- Marco CarvalhoLavar a cara à Praia Formosa, é Almagreira…
- Carlos OliveiraEstrela Michelin pela capacidade de distinguir os assuntos e interesses!
- Duarte Moreira Governador Civil…
- Joana PomboContar cagarros…
- Pedro Pacheco – Apanhar cagarros na pista mais o Zeca e o Pipas…
- Dulce ResendesUm beijinho!
- Rui Arruda – Mudar de partido ou ir ter com o Bruno de Carvalho…
- Marco CoelhoQuatro anos a vender aviões de brincar na “Air Store” para depois voltar…
- Hélder Pimentel – Por a banda direita, possa! Continua tudo na mesma…
- Rita CâmaraFiscalizar o Centro de Processamento de Resíduos…
- Graça MoraisFiscalizar o Governador…
- Domingos BarbosaComentar o parecer do tribunal de contas sobre as contas da região…
- Aldeberto ChavesDeixar a junta pó Isidro…
- João FontesAbrir o livro da escola…
- Zé Humberto ChavesUm cabaz de natal para os juízes do palácio Ratton…
- Valério PachecoPromover uma aliança em Santa Maria, tipo “geringonça”.

- Ana LouraOuvir a mensagem do Papa sobre telemóveis nas cerimónias religiosas.
- Emanuel SoaresUm manual de Caça Submarina que ensine a mergulhar sem reservas.
- Emanuel PerdigãoUma mota de madeira bem “multi e altifalante”…
- Paulo Silva Título de “Comodoro” (ou “Brigadeiro”) das associações marienses!
- Armando SoaresProvedor do GD Marienses...
- Ana Paula Braga Fazer informação em direto, ler textos gravados tipo telexes já não se usa!
- Luciana MagalhãesUm par de raquetas de sinalização…
- Tó PachecoSeguir outro rumo… No mar, de avião não…!
- Sandra ReisCorrespondente da RTP…
- Lucélia LopesPedir ao Padre Victor para filmar a Ana Loura…
- Paulo Renato Oi Galera, tou aí com coração e beijão...
- Marco ChavinhasTroféu “gente da terra”!
- Pedro CristóvãoUm blazer xadrez azul e grená (tamanho acima, convém)
- João SantosUm ramo de “tulipas” para o dia da inauguração do museu…
- Francisco Sardinha Soltar os gansos na casa grande…
- Janine SousaRespirar porque o ar ficou mais leve.

- Isabel Mendes “la segunda comandanta…del gobierno civil”
- Hélvio BragaEvitar que se prescinda da segurança da PSP por não ter gente…
- Paula SequeiraFazer com que os sócios sintam que o Asas é deles, já está melhor…
- Manuel MedeirosMudar os Marienses para a Horta, pode ser que assim apoiem a prata da casa.
- António Monteiro (Bragueta) – Votar na Maré de Agosto nos vários prémios em que está nomeada.
- Rui PareceUm naco de atum cru servido em bolo lêvedo “grumete” a bordo de uma baleeira.
- Toni Monteiro Pôr a torre da NAV a funcionar na antiga e pôr a atual como museu, ou no chão.
- Pedro Resendes – Um merecido voto de reconhecimento pelo que fez no Andebol!
- Élio Martins – Fazer um relato do Santa Clara com o Paulim e a Sandra em direto…
- Cristina Almada – Tirar fotografias aos ratos nas casas velhas do Aeroporto…
- José de Sousa – Vedar o Bairro da NAV e exigir limpeza nos quintais das casas por causa dos ratos!
- João Melo – Subir a Prainha de bicicleta com a cadeirinha sem parar…
- Paulo Sousa – Carregar na cadeirinha a Madalena e o Carlos…
- João Paulo Silva – Contratar os seguranças do Urban Beach…para aguentar o Zé Lima…
- Sgt. Sérgio Alexandre – Tomar juízo pois isto é terra de gente pacífica…
- Fernando Cordeiro – Jogar marralhinha com o Carlinhos, o Tibério e o Alvarinho na Chaminé…
- Márcio Romana – Enquanto vê o jogo do Benfica não tirar o olho do jogo da marralhinha…
- André Moura – Pedir ao SEF um visto para a Vila!
- José Carlinhos – Pedir mais gelo ao Secretário…

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Reabilitação da estrada municipal Praia - Fonte Jordão.






Após um longo e demorado processo, que se lamenta, está finalmente em curso a obra que visa a reabilitação da estrada municipal Praia - Fonte Jordão bem como a estabilização dos respectivos taludes. 
Segundo o Plano Plurianual de Investimentos da Câmara Municipal de Vila do Porto para o ano de 2018, esta obra tem um custo estimado de 509 mil e 991 euros e foi adjudicada à empresa TECNOVIA. 
Através do referido documento fica-se ainda a saber que, do valor total do investimento, 85% será comparticipado por fundos comunitários. 

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Se puder, colabore !

Apoio solidário para com as vítimas dos incêndios ocorridos no Território Nacional.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Emprego em Santa Maria: Evidências Inequívocas.

Desde 2011 que os números do desemprego nos Açores não registavam valores tão baixos. Segundo o portal maravilha de estatística, a percentagem rondará os 8,2% neste último trimestre de 2017.
Estes dados, sem surpresa, tem sido ostentados orgulhosamente pelo executivo açoriano e não podem de modo algum, serem ignorados pelo comum cidadão. É um facto inegável. Aliás, a implementação de medidas para a criação de emprego tem sido visíveis e claras o quanto baste. Senão vejamos o mais recente concurso público para a Ilha de Santa Maria.

- No Diário da República, 1.ª série - N.º 106 de 1 de Junho de 2017, é publicado o Decreto Regulamentar Regional n.º 2/2017/A (Cria a Central de Serviços Partilhados da Ilha de Santa Maria);

- Durante a reunião da Câmara Municipal de Vila do Porto, datada de 14 de Junho de 2017, um dos vereadores que compõe o executivo do município comunica que será ele a ocupar o cargo de  Coordenador da Central de Serviços Partilhados da Ilha de Santa Maria. Esta informação consta da ata da reunião e que pode ser lida AQUI

- No dia 27 de Outubro de 2017, é publicado no Jornal Oficial dos Açores, o Despacho nº 2600/2017 ; 

- No dia 16 de Novembro de 2017, é publicado no site do BEPA (Bolsa de Emprego dos Açores), o aviso de concurso público para a cargo de Coordenador da Central de Serviços Partilhados da Ilha de Santa Maria que, só por acaso e segundo consta, já está ocupada desde o dia 2 de Junho de 2017. 


Portanto, mais claro do que isso só mesmo a água da chuva !!   

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Plano Anual Regional: Investimentos previstos para Santa Maria em 2018.




Valores totais, por ilha, do investimento previsto para 2018


Haverá sempre quem se acomode ao "prestar contas" de quatro em quatro anos e aos esclarecimentos personalizados durante os períodos de pré e campanha eleitoral. Eu, ao contrário de muitos, sou apologista que o eleitorado deve ou deveria estar sempre o mais possível informado sobre tudo o que gira em torno na nossa ilha.
Sou e gosto de me manter o mais atualizado que posso. É um interesse que além de legítimo, não constitui notícia, é isento de qualquer interesse secundário e evita que durante os períodos que atrás mencionei, seja importunado com cumprimentos de ocasião ou discursos astuciosos.
Mas isto tudo para dizer que se já não está, estará para breve, a discussão/aprovação do Plano Regional Anual para 2018. 
Saberá a maioria dos marienses o que contempla este plano para a Ilha de Santa Maria em 2018?

Ora após uma análise ao documento deixo-vos a informação relativa aos investimentos de maior monta, previstos para 2018:

- ......"prevê-se a instalação de novas infraestruturas aeroespaciais, através da captação de novos investimentos para os Açores. Destaque para o upgrade da estação da Agência Espacial Europeia de Santa Maria, que passa a contar com uma nova antena de 15 metros de diâmetro, e que será integrada no programa cientifico PROBA3, bem como para o desenvolvimento e a dinamização científica da Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas e Espaciais (RAEGE)."

- Reparação da EBS de Santa Maria.
Reparação e requalificação das instalações da EBS de Santa Maria, nomeadamente intervenções na cantina, no pavilhão e reparação da vedação exterior e ligação entre blocos. (150.000€).

Novo polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria
- Construção do novo polo do Museu de Santa Maria em Vila do Porto. (186.500€)

Reabilitação do Património Histórico de Santa Maria
- Reabilitação do antigo cinema do aeroporto de Santa Maria. (1.862.715€)

Musealização da torre do aeroporto de Santa Maria
- Reabilitação e adaptação da antiga sala de comando e torre de controle do aeroporto. (216.264€)

Museu de Santa Maria: Quonset-hut
- Reabilitação e musealização de seis estruturas metálicas do Bairro dos Americanos - Lugar do Aeroporto.(6 000€)

Requalificação de edifício para CATL em Santo Espírito.
- Requalificação de edifício para centro de atividades de tempos livres (CATL), em Santo Espírito, da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto. (40.000€)

- "Investimento a realizar no âmbito da coesão regional. Pretende-se prosseguir uma política de promoção e fomento da coesão regional com particular acuidade no estímulo ao investimento nas designadas "Ilhas da Coesão, designadamente da através da implementação da Incubadora do Centro de Desenvolvimento Empresarial de Santa Maria."

Gestão e Requalificação da Orla Costeira.
- Proteção costeira e requalificação do porto de São Lourenço, Santa Maria Conclusão dos trabalhos da empreitada. (9 329€)

- Proteção e estabilização dos taludes na orla costeira da Maia, norte do porto, Santa Maria.
Conclusão dos trabalhos da empreitada. (1 229€)

- Retenção norte da proteção do troço a norte do porto de pescas da Maia, Santa Maria.
Conclusão dos trabalhos da empreitada. (469.651€)

Reabilitação de Estradas Regionais
- Beneficiação de pavimentação de ER em Santa Maria/ Requalificação das ER's de Santa Maria. (90 000€)
Nota: Tomando como exemplo o troço Arrebentão/São Lourenço onde a pavimentação ultrapassou os 100 000€, facilmente se percebe que estes 90 000 vão ser canalizados para aquilo que apelidamos de "remendos".

Porto e marina de Vila do Porto
- Apoio aos investimentos a realizar no porto, destacando-se o reforço do manto de proteção do molhe da marina de Vila do Porto. (220 000€)