segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Baía de São Lourenço: Pedir por favor é diferente de Proibir..........


Esta informação encontra-se afixada em São Lourenço.

Embora feito o pedido com muita delicadeza e simpatia, NÃO É PROIBIDO tomar duche com sabonete ou champô certo??
No meu entender, uma vez que a água desse duche vai parar directamente ao areal, seria lógico estar escrito: É PROIBIDO… ETC., ETC. em vez de pedir o favor. Mas provavelmente sou só eu a implicar com a amabilidade dos serviços locais do ambiente........!! 

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Alto Nascente: Nem tudo é mau mas..............



Este é um dos meus "cavalos de batalha". O lugar do Alto Nascente continua a ser serviço por um troço de estrada que há muitos anos espera (e desespera) por uma intervenção a sério. São poucos os que por ela lutam é verdade mas enquanto por cá andar e tiver consciência do que faço e digo durante as campanhas eleitorais, vou continuar a fazer finca pé neste particular.
Ainda há poucos dias, depois de constatar que a Junta de Freguesia de São Pedro, melhorou - e muito bem - substancialmente um dos caminhos secundários do Alto Nascente, notei que a autarquia tem desenvolvido alguns trabalhos de "corte e costura" devido a derrames de água. Bem..... Se já estava em bom estado, melhor ficou não..???

Santa Maria, um tesouro inexplorado...

Mas traga um saco para apanhar o lixo da praia e o pequeno-almoço tomado... Em São Lourenço, às 10.30 horas, ainda estão a preparar as coisas para abrir o café, o que é de estranhar, em pleno agosto... E a praia, sempre que a maré decide mandar, porque manda sempre, fica com plástico a lembrar a nossa desumanidade. Isto é intolerável, ou faz parte do tesouro inexplorado? Tipo a dizer, Santa Maria um tesouro selvagem, sem maneiras, grosseiro... E os nadadores-salvadores? Qual é a consciência cívica? Ficarem a ver um idoso a limpar a piscina de lixo e águas-vivas, sem se mexerem? Sem darem uma voltinha pelo areal e ajudar as crianças a apanhar o plástico? Mas claro, estão ali para salvar vidas, e que nunca precisem de as salvar... Agora uma coisa é certa... alguém tem culpa e devia fazer melhor o seu trabalho, para bem do nosso tesouro. Isto só não afecta um tipo de pessoas, as que têm mobilidade reduzida ou nula, pois não podem descer lá abaixo e testemunhar estas desalegrias...



segunda-feira, 20 de julho de 2015

"Mariense" é a imagem de marca da AgroMarienseCoop.




Foi este domingo apresentada a nova imagem dos produtos comercializados pela AgroMarienseCoop, uma marca no feminino, que faz a ligação às mulheres camponesas do antigamente e que pretende dar mais destaque aos produtos ilha pela sua qualidade, colocando-os no mercado num patamar superior.
No ano em que a meloa obteve a distinção como Indicação Geográfica Protegida (IGP), este fruto é o primeiro produto a utilizar a marca "Mariense".
Segundo o presidente da cooperativa, era chegado o " momento de alterar a imagem de marca dos nossos produtos", Duarte Moreira explica que " era necessário criar uma marca que definisse e identificasse a ilha, a sua história e as suas gentes, de forma a que seja fácil para qualquer consumidor quando vir esta marca reconhecer que é uma marca de Santa Maria".
Brevemente outros produtos vão utilizar esta marca " o próximo produto é o mel, vamos também aplicar esta marca às compotas, uma vez que estão numa fase ainda não comercial, mas de experimentação, e posteriormente a todos os outros produtos que possam ser comercializados pela AgroMarienseCoop" afirma Duarte Moreira.
O presidente da Cooperativa anunciou que este ano, em meados do mês de Agosto sairá também para comercialização um novo produto, "é um produto à base de meloa de Santa Maria IGP, um produto de quarta gama, que é meloa pronta a consumir numa embalagem própria, esse produto será comercializado em Santa Maria e nas outras ilhas dos Açores, o que é também uma mais valia para a própria comercialização da meloa.
Em 2016 um novo produto à base da meloa será lançado, Duarte Moreira anunciou que estão a ser feitos estudos para " transformar a meloa em sumos frescos, são sumos com pouco prazo de validade, direccionados para o mercado local e regional, mas que valorizam também a própria meloa".
Texto/Fotos: Jornal O Baluarte

quinta-feira, 16 de julho de 2015

As cores das nossas freguesias: Se quem devia, não der o exemplo, quem o fará ?

"De acordo com a tradição, as habitações da freguesia são pintadas na cor branca com barras realçando a pedra de cantaria e, em muitos casos, com a cor tradicional das demais freguesias da ilha (azul anil de Santa Bárbara, verde de Santo Espírito, amarelo ocre de São Pedro e almagre de Almagreira) por opção dos habitantes de cada uma delas quando vinham viver definitivamente para Vila do Porto, de modo a manter uma ligação afetiva com a sua freguesia de origem." (Wikipédia)


Vem este meu desabafo a propósito de uma certa copeira, numa certa freguesia ter,  alegadamente, recebido não as cores da freguesia mas as da casa do lado. Ou será que foi o contrário? Enfim, com os tempos também se mudam as vontades. Talvez tenha sido isso.
Foto: Nuno Couto   

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Eu e "Ela": Aquela afinidade.........


Flyers no Aeroporto de Santa Maria

Não obstante a empatia que nos une, continuo um acérrimo seguidor da página do Aeroporto João Paulo II. Perdão............... Dos Aeroportos dos Açores. Assim é que é. 
Eu sou fã do tratamento generalizado e publicidade divulgada naquele sítio. Acho inclusivamente que ninguém terá razões de queixa quanto à justiça, coerência ou imparcialidade das publicações mas ontem, certamente por se tratar apenas de uma gigantesca excepção à regra, é publicitada a disponibilidade de sinal Wi-Fi Ilimitado no Aeroporto de Santa Maria no entanto, este, nem vê-lo.
Ora dada a impossibilidade de captar o sinal publicitado a mais de 135 Km de distância (São Miguel-Santa Maria), vale-nos o título de "Ilha de Coesão". 

terça-feira, 14 de julho de 2015

Outdoors publicitários: Uma aposta de risco?


Ao contrário do que se possa pensar, isso de elaborar mupis/outdoors publicitários é mais complicado do que parece, pelo menos para mim que sou um zero à esquerda em Photoshops ou outro software do género.
Se tivesse que investir nesta área o mais provável seria fazer como a nossa Câmara Municipal. Pagava pelo serviço. Nada mais fácil.
Aliás, se tivesse sorte, podia acontecer que me levassem o "conceito" para outras paragens. Não gostaria no entanto, de as ver adulteradas. Era uma chatice.....
Mas, também podia ter azar. É um facto.
Imaginemos que após o investimento feito constatava que, afinal, alguma da malta que julgava dar a cara pela minha equipa, também dava uns toques por fora. Outra chatice...... 
Ora, como sou de evitar chatices e para não ficar sujeito aos efeitos do inesperado, provavelmente, num investimento futuro deste género, apostaria na prata da casa pois alguns já demonstraram ser verdadeiros "brinca na areia" nesta área. Ou isso ou gastava o dinheiro noutra coisa. 
Imagens retiradas: 

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Painéis Publicitários: Contra factos não há argumentos.

Ao contrário do que seria expectável, pelo menos para algumas cabeças, se a colocação/permanência deste tipo de estruturas fosse banida, a mim não me chateava nem um pouco. Incomoda e fica feio. Eu sei.
Mas a verdade é que uma vez que a lei permite e estando ligado a uma força política, é-me bastante útil ter onde publicitar a actividade partidária mas deixa de ser menos verdade que a fixação da mesma nem sempre acontece com a regularidade desejada.
Sempre assumi o que penso deste assunto e felizmente posso fazê-lo pois não tenho o rabo preso a nada nem a ninguém. 
Convém no entanto relembrar que estruturas destas ou semelhantes, estão um pouco por toda a ilha e não se resumem apenas aos partidos políticos. Sabem a quais me refiro. Portanto se um dia se partir para a remoção deste tipo de estruturas não pode haver tratamento diferenciado se é que me faço entender !!

domingo, 12 de julho de 2015

Arriada a Bandeira Azul na Zona Balnear dos Anjos: And the Oscar Goes To............

Desde há várias semanas que o bem estar dos habitantes, visitantes e utilizadores da Zona balnear dos Anjos tem sido severamente afectado pelo cheiro nauseabundo proveniente de uma quantidade absurda de limos que continuam acumulados naquele lugar de veraneio. O ar torna-se irrespirável e a água imprópria para ir a banhos. 
Segundo o aviso publicado pela Câmara Municipal de Vila do Porto, as marés, ondas e correntes foram a causa natural para a presença e acumulação de algas. Provavelmente nem o "Rei dos Oceanos" arriscaria contrariar esta constatação. Nem ele, nem eu.
No entanto, custa-me a crer que alguns procedimentos normais não sejam equacionados nesta situação. Refiro-me claramente a uma acção de limpeza que, face à particularidade da mesma, deveria reunir o máximo de entidades e recursos (excepto os alunos das escolas porque esses já tiveram a sua dose......).
E aqui, por razões mais do que óbvias, incluiria quem chamou a si a construção daquilo a que a autarquia, no aviso, apelida de Quebra-Mar.
Mas porque continuar a dar contornos "Hollywoodescos" a este imbróglio certamente obrigaria a uma partilha do galardão, apelava à união de esforços para que realmente se possa minimizar o problema. Será pedir muito?  

Tacadas valentes (e caras) as do Golfe nos Açores...............

"Este desenho vale tanto quanto um Picasso... É o esquema que Nick Faldo desenhou para o impossível Campo de Golfe de Santa Maria. Custou à volta de 1.000.000€. Para obter uma cópia emoldurada, por favor dirijam-se às Ilhas de Valor SA. Afinal, foi paga com o nosso dinheiro." 

Mais informação sobre o prejuízo que dão os Campos de Golfe nos Açores: 

Gastos 1,3 milhões de euros no campo de golfe de Santa Maria... que não existe (E ainda bem....)


sexta-feira, 10 de julho de 2015

Uma questão de "Timing" e não só......

Certo dia, enviadas por um nosso conterrâneo que, até à data, julgo ser completamente apartidário, chegaram-me estas fotos. A acompanha-las vinha um desabafo o qual não vou transcrever pois poderia ferir algumas susceptibilidades.
Estou certo que foi um texto escrito a quente e que resultou do "choque" visual matinal no entanto, generalizando as suas palavras, este mariense a viver por terras micaelenses não andará muito longe daquilo que é a opinião de muitos marienses onde me incluo.
Ainda há poucos dias, sem tecer qualquer comentário até porque provavelmente iria cometer também algum excesso, ironizei ao publicar uma pequena montagem nas redes sociais. Afinal, por vezes, uma imagem vale por mil palavras. Mas hoje, mais comedido mas nem de longe nem de perto convencido, acho que tenho a obrigação de dar largas ao que julgo ter sido uma má elaboração. As dos mupis claro.
Vamos por partes. Por mais que nos possa custar (e a alguns custa certamente), é em São Miguel que temos que captar fluxos. É junto dos operadores turísticos de São Miguel que temos que celebrar parcerias. É a partir de São Miguel que a Ilha de Santa Maria poderá ganhar mais notoriedade e divulgação. É verdade. Temos que apostar na divulgação de Santa Maria aqui ao lado.
Mas desculpem-me os promotores, a iniciativa peca por tardia, podia e devia ter sido alargada à grande Lisboa (até pela questão do reencaminhamento gratuito na SATA AIR AÇORES) e não é com a distribuição de mupis no final de Junho/Julho, altura em que as pessoas já organizaram as suas férias há muito, que ostentam um design onde o mais importante ficou em segundo plano que vamos ter o sucesso pretendido. Somos "Um tesouro inexplorado" mas convínhamos, nem tanto ao mar nem tanto à terra.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Ainda a propósito da 3ª Sessão da Assembleia Municipal de Vila do Porto.

Notícia Asas do Atlântico 30/06/2015

Ainda no rescaldo da 3ª Sessão Ordinária da Assembleia Municipal, em particular ao tema Piscina dos Anjos (Pála) e Orgão Consultivo da Unidade de Saúde de Ilha cabe-me dizer o seguinte:
Sobre a primeira e pese embora não seja detentor de nenhum canudo de Engenheiro ou arquitecto, só um cego não vê que a mesma NÃO ESTÁ como sempre esteve. Mas se não faz nada ali (e até comungo desta opinião) porque não é removida? Sugeri uma alteração na Assembleia mas é claro que isso não interessa ou então a malta estava distraída..........!
No que toca ao segundo tema, os dois deputados municipais indicados (sublinhe-se DESDE o dia 18 de NOVEMBRO DE 2013) foram e continuam a ser José Branco (PSD) e Marco Coelho (CDU). Aqui, se alguém não fez o que lhe competia, não foi a Assembleia Municipal. Curioso seria ouvir a Unidade de Saúde de Ilha sobre a demora em colocar o Orgão Consultivo em funcionamento e o porquê de só cerca de 1 ano e meio acordarem para o assunto. Mas é claro que isso não interessa ou a malta está distraída.................!!

Bem e fico-me por aqui!! Vou até aos Anjos beber um café e gozar não da sombra da pála mas do sol que, por aqueles lados, só não derrete o que devia........  

sábado, 20 de junho de 2015

Festas de São João 2015: Programa

Começam hoje as Festas de São João 2015. Do programa, além do "Pai da Criança", constam mais alguns nomes que até podem vir a constituir uma boa surpresa. Vamos esperar para ver pois nós marienses desde há muito que ostentamos o rótulo de "esquisitos" em matéria de escolhas musicais. Quanto a mim, enquanto não me cobrarem um dia de trabalho para lá ir, faço questão de gastar alguns cobres sim, mas nas tradicionais barraquinhas onde, os habituais petiscos fazem juntar à mesma mesa gente bem disposta e com vontade de esquecer as más vibrações.  

Dúvidas e reparos....

Freguesia de Almagreira, sentido Pico Alto-Vila do Porto.

O sinal informativo, literalmente, engolido pelos arbustos não tem utilidade. Pelo menos desta forma. Assim, a quem deve ser chamada a responsabilidade de o colocar novamente visível? A SRCT ou proprietário do terreno?